Verificar compatibilidade da peça

Produto compatível com todas as versões da marca, modelo e ano selecionado.

Descrição do produto

PASTILHA BB 25-B

Altura: 1.64 cm

Largura: 0.55 cm

Comprimento: 21 cm

Peso Bruto: 1.321 kg


Marca: Bosch

Código da Peça: 0986BB0006

Tipo: Tradicional

Código da Peça Simplificado: BB 25-B

Posição: Dianteira

Pastilha de Freio - BB 25-B - Bosch - 0986BB0006 - Par

CEP inválido.

Valor de frete acima da política promocional. Verifique as condições da promoção.

Compatibilidade da peça

FIAT

DUNA 1993 1.3

DUNA 1994 1.3 | 1.4

DUNA 1995 1.3 | 1.4

DUNA 1996 1.3 | 1.4

ELBA 1985 1.5 | 1.3

ELBA 1986 1.5 | 1.5 | 1.3 | 1.3

ELBA 1987 1.5 | 1.5 | 1.3 | 1.3

ELBA 1988 1.5 | 1.5 | 1.3 | 1.3

ELBA 1989 1.5 | 1.5 | 1.3 | 1.3 | 1.6

ELBA 1990 1.5 | 1.5 | 1.6

ELBA 1991 1.5 | 1.5 | 1.6

ELBA 1992 1.5 | 1.5 | 1.5 SPI | 1.6 | 1.6 SPI

ELBA 1993 1.5 | 1.5 | 1.5 SPI | 1.5 SPI | 1.6 | 1.6 SPI

ELBA 1994 1.6 MPI | 1.5 SPI | 1.5 SPI | 1.6 | 1.6 SPI

ELBA 1995 1.5 SPI | 1.5 SPI | 1.6 SPI

ELBA 1996 1.5 SPI | 1.5 SPI | 1.6 SPI

FIORINO 1988 PICK-UP 1.3 | FURGAO 1.3 | PICK-UP 1.5 | FURGAO 1.5

FIORINO 1989 PICK-UP 1.3 | FURGAO 1.3 | PICK-UP 1.5 | FURGAO 1.5

FIORINO 1990 PICK-UP 1.3 | FURGAO 1.3 | PICK-UP 1.5 | FURGAO 1.5

FIORINO 1991 PICK-UP 1.3 | FURGAO 1.3 | PICK-UP 1.5 | PICK-UP 1.6 | FURGAO 1.5

FIORINO 1992 PICK-UP 1.3 | FURGAO 1.3 | PICK-UP 1.5 | PICK-UP 1.6 | FURGAO 1.5

FIORINO 1993 PICK-UP 1.3 | FURGAO 1.3 | PICK-UP 1.5 | PICK-UP 1.6 | FURGAO 1.5

FIORINO 1994 PICK-UP 1.6

PALIO 1996 1.0 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V

PALIO 1997 1.0 MPI 8V | 1.6 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 1998 WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.0 MPI 8V | 1.6 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 1999 WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.0 MPI 8V | 1.6 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2000 WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.0 MPI 8V | 1.6 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2001 1.0 MPI 8V | 1.6 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2002 WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2003 WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2004 WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2005 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2006 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2007 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2008 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2009 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2010 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2011 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2012 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2013 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PALIO 2014 1.5 MPI 8V | WEEKEND 1.5 MPI 8V | 1.6 SPI 8V

PRÊMIO 1985 1.3 | 1.5

PRÊMIO 1986 1.3 | 1.5

PRÊMIO 1987 1.3 | 1.5

PRÊMIO 1988 1.3 | 1.5 | 1.5

PRÊMIO 1989 1.3 | 1.5 | 1.5 | 1.6 | 1.6

PRÊMIO 1990 1.3 | 1.5 | 1.6 | 1.6

PRÊMIO 1991 1.3 | 1.5 | 1.6 | 1.6

PRÊMIO 1992 1.3 | 1.5 SPI | 1.5 SPI | 1.5 | 1.6 | 1.6

PRÊMIO 1993 1.5 SPI | 1.5 SPI | 1.5 | 1.6 SPI | 1.6 | 1.6

PRÊMIO 1994 1.5 SPI | 1.6 SPI | 1.6 | 1.6

PRÊMIO 1995 1.6

PRÊMIO 1996 1.6

SIENA 1997 1.6 SPI 8V | 1.6 MPI 16V

SIENA 1998 1.6 SPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V

SIENA 1999 1.6 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V

SIENA 2000 1.6 MPI 8V | 1.5 MPI 8V | 1.6 MPI 16V

SIENA 2001 1.6 MPI 16V

SIENA 2002 1.6 MPI 16V

SIENA 2003 1.6 MPI 16V

UNO 1984 1300 | 1050

UNO 1985 1300 | 1050

UNO 1986 1300

UNO 1987 1300 | 1.5

UNO 1988 1.1 BRIO | 1300 | 1.5

UNO 1989 1.1 BRIO | 1300 | 1.5 | 1.6 R

UNO 1990 1300 | 1.5 | 1.6 R | MILLE 1.0

UNO 1991 1300 | 1.5 | 1.6 R | MILLE 1.0 | 1.6

UNO 1992 1.5 | 1.6 R | MILLE 1.0 | 1.5 SPI | 1.6

UNO 1993 1.5 | 1.6 R | 1.5 SPI | 1.6 R MPI | MILLE 1.0 | 1.5 SPI | 1.6 | MILLE ELETRONIC 1.0

UNO 1994 1.6 MPI | 1.4 MPI TURBO | 1.5 SPI | 1.6 R MPI | 1.5 SPI | MILLE ELETRONIC 1.0

UNO 1995 1.6 MPI | 1.4 MPI TURBO | 1.5 SPI | 1.5 SPI | MILLE ELETRONIC 1.0 | MILLE 1.0 SPI

UNO 1996 1.5 SPI | 1.5 SPI | MILLE 1.0 SPI

UNO 1997 MILLE 1.0 SPI

UNO 1998 MILLE 1.0 MPI | MILLE 1.0 SPI

UNO 1999 MILLE 1.0 MPI | MILLE 1.0 SPI

UNO 2000 MILLE 1.0 MPI | MILLE 1.0 SPI

UNO 2001 MILLE 1.0 MPI | MILLE 1.0 MPI | MILLE 1.0 SPI

UNO 2002 MILLE 1.0 MPI | MILLE 1.0 MPI

UNO 2003 MILLE 1.0 MPI | MILLE 1.0 MPI

UNO 2004 MILLE 1.0 MPI

UNO 2005 MILLE 1.0 MPI FLEX | MILLE 1.0 MPI

UNO 2006 MILLE 1.0 MPI FLEX | MILLE 1.0 MPI

UNO 2007 MILLE 1.0 MPI FLEX

UNO 2008 MILLE 1.0 MPI FLEX

Guia do Consumidor

Pastilhas de Freio

As pastilhas de freio através do atrito reduzem a velocidade do disco de freio, consequentemente as rodas do veículo.

Composição

Composição da pastilha de freio

  • Material de Atrito – Composto basicamente de resinas, fibras sintéticas e partículas metálicas.
  • Calço ou Base - Aço de elevada resistência mecânica, alguns modelos apresentam uma chapa amortecedora,melhorando o conforto.
  • Ranhuras – Sulcos no material de atrito: indicam desgastes; melhoram seu arrefecimento e frequências de vibração.
  • Chanfros – Presentes no material de atrito, para preservar o conforto quanto ao acionamento e ruído.

Localização

Localização da pastilha de freio Localização da pastilha de freio no disco

Função & Funcionamento

Função – Frear o veículo através do atrito com o disco de freio.

Funcionamento – Quando acionado o pedal de freio, o circuito hidráulico ou pneumático é pressurizado, acionando êmbolos que avançam,comprimindo as pastilhas de freio contra o disco.

Tipos de matéria base:

  1. Metálicas - Compostas de ligas metálicas como: latão; ferro e alumínio. Resistentes a altas temperaturas e solicitações mecânicas, consequentemente alto coeficiente de atrito. Oferecem boa durabilidade e eficiência, porém com menor conforto.
  2. Orgânicas – Compostas basicamente de celulose e resina fenólica. Coeficiente de atrito satisfatório, boa performance térmica e conforto razoável. Baixa durabilidade.
  3. Cerâmica - Resistência ao calor; durabilidade, tornaram-se uma excelente escolha para aplicações severas. A cerâmica: óxido de alumínio, boro e o carboneto de silício são os compostos cerâmicos mais comuns.

Os materiais de atrito são compostos por:

  • Ligantes - materiais aglutinantes (resinas termofixas e borrachas) responsáveis por unir os compostos do material de atrito.
  • Fibras - fibras acrílicas, de carbono, limalha de latão, lã de cobre, lã de aço, fibra de vidro e lã de rocha, responsáveis pela resistência mecânica.
  • Modificadores de atrito - proporcionam características de fricção dos materiais de atrito, modificando o coeficiente de atrito, grafite e sulfetos de molibdênio, antimônio, cobre-zinco, manganês, chumbo e titânio.
  • Cargas minerais - aditivos utilizados para complementar a formulação, como exemplo a barita (sulfato de bário BaSO4).

Sintomas & Vida Útil

Sintomas:

  • Ruídos agudos
  • Trepidação quando acionado o freio;
  • Perda de performance do freio
  • Curso elevado do pedal de freio, ou acionamento pesado
  • Advertência no painel para indicadores de desgaste eletrônicos

Indicadores de desgaste:

Mecânico - Quando o material de atrito é desgastado no limite da sua espessura de segurança, o indicador de desgaste (lâmina), preso a pastilha, entra em contato com o disco, produzindo um som agudo, indicando a substituição.

Sintomas da vida útil da pastilha de freio

Eletrônico - O sensor eletrônico presente na pastilha, fecha o contato com o disco de freio quando atinge o limite de desgaste, enviando um sinal de alerta para o painel do veículo.

Indicador de desgaste da pastilha de freio

Vida Útil:

Recomendamos substituir as pastilhas de freio a cada 35.000km, porém é necessário realizar inspeções periódicas a cada 5.000 km, assegurando seu perfeito funcionamento, uma vez que é um item de segurança, e lembrando que pastilhas desgastadas acima do especificado, podem danificar o disco de freio.

* Consulte o manual do Fabricante do seu veículo

Descrição de Montagem

Montagem da pastilha de freio

Após soltar os grampos que fixam as pastilhas, e removê-las, examinar:

  • Sempre recomendamos analisar as peças de interface.
  • Flexíveis de freio, tubulação rígida (dutos), quanto a vazamentos.
  • Nível e validade do fluido de freio.
  • Superfície do disco de freio, quanto a riscos e fissuras.
  • A pastilha de freio correta, indicada pelo fabricante.

Recomendações na instalação das novas pastilhas de freio

  • Não contaminar as pastilhas com derivados de petróleo
  • Não usinar os cantos do material de atrito
  • Avaliar a dirigibilidade após a instalação concluída

Mitos & Verdades

O emprego de pastilhas erradas ou de qualidade duvidosa podem danificar o disco de freio? – Verdade

Compostos equivocados podem usinar o disco de freio e/ou provocar superaquecimentos acima do especificado.

Um pouco de História

Um pocuo de história da pastilha de freio

Lanchester modelo 1910 Fonte: autos antiguos de coleccion

Vários são os responsáveis que contribuíram para a tecnologia do freio a disco, dado com início em 1900. Em 1902 o inventor inglês Frederick Lanchester patenteou o projeto desse freio e o aplicou em seu veículo, o Lanchester modelo 1910 » Motor de 20 HP e freio a disco traseiro.


Palavras do Fabricante